Meditação e silêncio – silenciando a mente

Só Deus sabe

Converse com os outros.
Você aprenderá.
Converse consigo.
Você aprenderá mais.
Pare de falar,
Permaneça em silêncio.
Deus falará e Deus aprenderá
Por você.
Você aprenderá tudo
Que só Deus sabe.
-Sri Chinmoy

Silêncio ou bons pensamentos? Qual é melhor?

Pergunta: Deve-se rejeitar todos os pensamentos durante a meditação?
Sri Chinmoy: É preciso saber se é o caso de um bom ou mau pensamento, um pensamento divino ou não divino. Se for um pensamento sobre Deus, um pensamento sobre Alegria Divina, Amor Divino, Beleza, Pureza, permita que esse pensamento entre em você e que aja, que se expanda. Se for um pensamento sobre Graça, Divindade, Eternidade ou Imortalidade, procure sentir para onde o pensamento vai; siga-o como um cão fiel.
Imagine que você esteja dentro da sua casa, próximo à porta. Você é quem decide abrir a porta, a sua porta mental, e permitir que apenas os pensamentos divinos que o incentivarão, inspirarão, que erguerão a sua consciência. Eles são seus amigos. Se vir que seus amigos estão do lado de fora, esperando para entrar, imediatamente abrirá a porta. Contudo, se perceber que os seus inimigos estão lá – o medo, dúvida, inveja, ansiedade, preocupações -, você não os deixará entrar.
Quando tiver força interior suficiente, no momento que um pensamento não divino aparecer na sua mente, você não o rejeitará. Você o transformará. (… )
No entanto, quando se é um iniciante, não se deve permitir que qualquer pensamento adentre a sua mente. Ele gostaria que seus amigos entrassem, mas não sabe dizer quem são os seus amigos. E, mesmo que saiba quem são seus amigos, na hora que abrir a porta para eles, poderá descobrir os seus inimigos bem diante de dos amigos e, antes que os amigos possam entrar na sala, os seus inimigos já estarão bem dentro de casa. Uma vez que os inimigos entrem, é muito difícil afugentá-los. Para isso, é preciso da força da disciplina espiritual sólida. Por quinze minutos a pessoa pode acalentar aspiração divina, pensamentos espirituais e, depois, num segundo, um pensamento não divino entra e a sua meditação é arruinada. Portanto, o melhor é não permitir quaisquer pensamentos durante a meditação.

Silêncio exterior ou mental e meditação – a concentração

por Patanga Cordeiro

A nossa mente fica bastante agitada quando recebe estímulos constantes.
Por exemplo, como você se sente ao o computador ou telefone, ou no escritório quando todos estão falando, atendendo o telefone, etc, ou no barulho do trânsito?
Como você se sente nas montanhas? Como se sente nos domingos ao caminhar na rua? Ao tocar um instrumento musical com toda a sua atenção?
Podemos trazer esse silêncio exterior para dentro através da prática constante de meditação. A concentração é o primeiro passo na meditação, e envolve silenciar a mente na medida do possível. Tente ter apenas um pensamento ou um foco. Isso é concentração. Algumas pessoas se sentem em paz após fazer algo que exige uma intensa concentração. Eu sou uma delas. Desde tocar um instrumento musical difícil, escrever um artigo ou mesmo assistir um desenho animado numa língua estrangeira que esteja aprendendo, tudo isso me traz mais para dentro. Treina a minha mente para fazer uma coisa apenas. Concentrar.
No silêncio da concentração, a meditação acontece mais facilmente. E repetimos parte do poema que abriu este artigo:

“Pare de falar,
Permaneça em silêncio.
Deus falará e Deus aprenderá
Por você.
Você aprenderá tudo
Que só Deus sabe.”

Uma vez que esteja imbuído dessa sabedoria divina, ela lhe mostrará a melhor forma de lidar com a falta de silêncio exterior que presenciamos em diversos momentos do dia. Basta ficar atento e atendê-la. Mais importante ainda, ela mostrará como trazer à tona o seu silêncio interior, que frutifica em paz, beleza e satisfação.

Zazen – Zazengi – postura para meditação – orientações do mestre Dogen

vulcao meditar sbc

Zazen – Zazengi – postura para meditação – orientações do mestre Dogen

Abaixo segue uma tradução de vários trechos ensinamentos do mestre Dogen a respeito dos abcs da meditação. Em geral, principalmente na parte da postura, é muito similar aos ensinamentos de Sri Chinmoy e que repassamos nos cursos de meditação, e achei de valia compartilhar com vocês aqui.

 

Um modelo para a prática da meditação

Treinar com um Mestre é praticar meditação sentado. Ao sentar-se para meditar, será ideal um local tranquilo. Coloque a sua esteira de meditação de forma que fique espessa. … Faça que o lugar em que sentar-se firme o seu corpo. O lugar onde você senta deve sempre estar iluminado, seja no escuro, durante o dia ou a noite. “Quente no inverso e fresco no verão” deve ser a sua técnica.

Deixe tudo para trás e permita que essas coisas descansem. Não pense sobre o que é bom ou ruim. Não exercite a sua mente e suas discriminações, nem pesa ou julgue as lembranças, conceitos e reflexões da mente!…

Beba e coma em moderação. Desfrute da luz dos dias e da escuridão das noites. Encare a meditação como se estivesse apagando um incêndio na sua cabeça. …

Coloque sua almofada redonda sobre o tapete. Não se sente de pernas cruzadas (em lótus) sobre a almofada com as pernas inteiras. Coloque a almofada bem para trás da metade das pernas. Assim, o tapete estará debaixo dos seus joelhos e coxas, enquanto que a almofada estará debaixo da sua coluna. ….

Sente-se com o corpo ereto, sem inclinar para a direita, esquerda, para frente ou para trás. Alinhe suas orelhas com os ombros e o nariz com o umbigo. Sua língua descansa na sua boca. Respire pelo nariz. Seus lábios e dentes devem estar se tocando. Seus olhos se mantém abertos, mas nem pouco e nem muito abertos.

Com o corpo e mente assim regulados, expire uma vez. Sente-se com a tranquilidade de uma montanha e faça que aquilo em que estiver pensando seja baseado em não tentar pensar sobre qualquer coisa. Como pode alguém estar pensando em não pensar especificamente em algo? É simples. Não deixe que “estou pensando em…” seja o foco da sua meditação. Essa é a técnica para meditação. Meditar é uma prática e não um estudo intelectual. É o portal do Dharma para a alegria e paz. É o treinamento puro para realizar a verdade.

Meditação e espiritualidade é para poucos escolhidos ou para muitos?

itapevi meditacao

Espiritualidade: apenas para os poucos escolhidos?

palestra de Sri Chinmoy

Espiritualidade: ela é apenas para os poucos escolhidos? A resposta é, ao mesmo tempo, afirmativa e negativa. Os aspirantes abençoados que clamam pela verdade, paz e deleite transcendental são certamente poucos escolhidos. Mas todos os seres humanos, sem exceção, podem nadar no mar infinito da espiritualidade. Contudo, aqueles que tem metas menores, que querem ficar satisfeitos com uma gota de paz, deleite e verdade, infelizmente não poderão estar no mesmo nível dos poucos escolhidos no mundo interior.

Temo agora que os iniciantes e buscadores que ainda não floresceram possam sentir-se desencorajados. Na verdade, de forma alguma pretendo jogar água fira na sua aspiração. Pelo contrário, quero que compreendam que a Meta mais elevada nunca lhes será negada. Mas eles é quem devem cultivar a mais intensa necessidade no mundo da sua aspiração, para alcançar o Além derradeiro.

O que os previne de alcançarem esse Além? É o seu medo. E o que mais? A sua dúvida. Mas devem saber que o medo é o possuidor apenas daqueles que não acreditam em Deus. Já que eles acreditam sim em Deus, e eles tem sim fé em Deus, não precisam e nem devem temer a Altitude transcendental de Deus. Quando se duvidam, subestimam sua própria divindade e superestimam sua realidade-ignorância, menosprezando sua potencialidade interior e exagerando sua insegurança temporária e fugaz. Mas quando duvidam de Deus, é como se estivessem brincando com um balão. O balão-dúvida em breve estourará.

Tenho certeza de que os buscadores iniciantes possuem amor sincero por Deus e tenho certeza de que possuem amor genuíno por si próprios. Seu amor por Deus por fim os transformará em perfeita beleza suprema. Seu amor próprio divino e preenchedor por serem membros úteis e completamente despertos da família humana será manifestado na Terra por Deus. Seu amor é a sua unicidade inseparável com a Luz de Deus e com a sua própria Realidade interior.

Eu gostaria também de falar um pouco sobre os poucos escolhidos. Sua tarefa sublime é realizar a Consciência transcendental e universal de Deus. Seu dever predestinado é revelar e satisfazer Deus na terra. Dentre os poucos escolhidos, o melhor de todos é aquele que incondicionalmente realiza Deus, revela Deus e manifesta Deus à Hora escolhida de Deus, da Maneira própria de Deus.

Os poucos escolhidos, quando olham para frente, descobrem-se já sentados no Barco-Sonho do Supremo. Quando eles olham para cima, descobrem-se sentados no Barco-Vida do Supremo. Quando olham para dentro, descobrem-se sentados no Barco-Alma do Supremo.

O Supremo abençoa o buscador iniciante. O Supremo acalenta o buscador ascendente. O Supremo utiliza o buscador florescente. O Supremo celebra aos céus o buscador realizado. O Supremo oferece-Se completamente ao buscador supremamente realizado que incondicionalmente serve ao Supremo no coração da humanidade.

-Sri Chinmoy

Será que estou buscando algo? Estou aspirando por alguma coisa?

aspiracao

Pergunta: Como uma pessoa pode ter certeza de que realmente tem aspiração?

Sri Chinmoy: Uma pessoa pode ter certeza de que tem aspiração pelo mero fato da questão ter entrado em sua vida. Você tem aspiração. De outra forma não teria vindo aqui. Teria se tornado um amigo perfeito do desejo. Qualquer um que venha a um lugar espiritual ou queira ver um Mestre espiritual, certamente tem aspiração. Você poderá dizer que algumas pessoas vieram aqui por curiosidade. Mas mesmo na curiosidade há aspiração. Senão a pessoa diria: “Quem se importa com a vida espiritual? Isso tudo é inútil.” Mas se a pessoa tem alguma curiosidade, ela dirá: “Deixe-me ver como um homem espiritual se parece e o que os outros estão fazendo.” A curiosidade é um tipo de avidez sutil, uma avidez inconsciente por aprender algo, por fazer alguma coisa, por se tornar alguma coisa. A curiosidade é a precursora da aspiração. Aqui e ali há muitas, muitas pessoas que são sinceras e uma ou duas que são apenas curiosas. Os muitos que são sinceros serão facilmente capazes de inspirar as pessoas curiosas.

Voltando à sua pergunta, você tem aspiração. Mas se estiver consciente da sua aspiração e confiante disso, fará um progresso melhor. Se tiver dúvida da existência dela na sua vida, não será capaz de marchar como um herói. Você tem aspiração, logo, deve tentar correr tão rápido quanto possível, como um cervo. Se não tentar, irá apenas se arrastar como um carro de boi. Nos é dada a oportunidade de andar devagar ou correr rapidamente. Por favor, tente correr.

Como desenvolver disciplina e concentração para não ter pensamentos e meditar melhor

concentracao disciplina para meditacaoAbaixo algumas dicas de Sri Chinmoy sobre como melhorar e desenvolver a sua concentração, para que fique com a mente vazia, sem ter pensamentos, e assim conseguir meditar melhor. Uma das dicas para os iniciantes aprenderem a meditar é ter uma vida de pureza e disciplina, não só durante a meditação, mas durante o seu dia todo, sua vida toda.


Se alguém tem dificuldade em meditar porque não tem disciplina e não consegue se concentrar, qual seria a solução que você poderia recomendar? Como é possível desenvolver autodisciplina e melhorar a meditação?

Sri Chinmoy: Nesse caso, a pessoa deve começar com a concentração. A meditação será muito difícil para ela.

A autodisciplina vem através da concentração correta, especialmente sob a orientação de um Mestre capaz. É necessário ter uma vida disciplinada enquanto se pratica a concentração. Se sua vida não é até certo ponto disciplinada, a meditação será sempre muito difícil para essa pessoa. Ele será como um aluno do jardim de infância que quer estudar no ensino médio. Cada buscador deve começar na vida espiritual com a concentração. Ao se concentrar, tenta-se controlar os próprios pensamentos, as próprias emoções. A pessoa se torna um herói divino e entra no campo de batalha da vida, onde não pode haver dúvida, não pode haver medo. A dúvida e o medo são superados através da concentração.

Como é possível manter a mente sem nenhum pensamento?

Sri Chinmoy: No início, a não ser que a pessoa seja espiritualmente muito avançada, será impossível não ter pensamento. Mas, se continuar a meditar por alguns meses ou anos, verá que é bastante possível entrar na meditação sem pensamentos. (…) Comece com um pensamento, com uma ideia, com um conceito da Verdade, de Deus. Após quinze minutos ou meia hora, o pensamento já terá cumprido o seu papel. Então espontaneamente vá além do pensamento e se identifique com alguma realidade. Assim a formação mental de quaisquer pensamentos ou ideias cessa. O que resta é apenas Realidade – Deus a Realidade, ou qualquer um que você tenha escolhido como objeto da sua adoração. E essa Realidade o leva, o carrega até a sua Meta.

Do livro Promised Light from the Beyond