por Patanga

Patanga-pequeno.jpg

Your eternal note of sadness
Has created pangs beyond measure.
Your eternal note of sadness
Will be transformed into
God-Divinity’s smiling treasure.


– Sri Chinmoy, A Soulful Cry Versus A Fruitful Smile, Agni Press, 1977

Alegria é o nosso direito de nascimento. Se viemos da Fonte, que é toda Alegria, toda Perfeição, então como poderia o nosso destino ser diferente? Felicidade genuína é a nossa herança devida. Por vezes, no entanto, esquecemos dessa nossa Fonte. Vezes que, por tempo passando, tornam-se rotinas – nos menosprezamos, pensando que comprar um carro, uma casa ou constituir família é o motivo de nossa vida. Ora! Tente imaginar a nossa Fonte, que é Infinita, a nos observar correndo atrás de um carro com quatro portas ao invés de duas, com
motor 1.6 litros ao invés de 1.4. Que significado real isso tem!? Aí, naturalmente, ao utilizar nossa liberdade para correr atrás de valores efêmeros – de fato não-valores -, nossa natureza fica tomada de tristeza. Concentre-mo-nos naquilo que realmente importa.

Remédios para a Tristeza

Concentre-se naquilo que traz satisfação de verdade. Comer um pedaço de bolo não é o que vai fazer você se lembrar da sua essência. Faça coisas que o tornam melhor com cada passo: corra, nade, pedale; estude, decore poesia, escreva; saia de casa, sirva as outras pessoas, ame o Divino nos outros.

Yesterday I was clever.
That is why
I wanted to change the world.
Today I am wise.
That is why
I am changing myself.


Sri Chinmoy, Ten Thousand Flower-Flames, Part 28, Agni Press, 1982.
 

Olhe para o positivo. Um copo com água pode estar metade cheio ou metade vazio. Você é quem escolhe enxergar a metade cheia ou a metade vazia. Com a prática e boa vontade, você conseguirá enxergar o mundo de acordo com a sua própria beleza interior.

Seja ativo. Atividade é dinamismo, e dinamismo é alegria. Se você age, pode fazer algo certo ou errado. Mas se você não age, não terá experiência alguma. Ficará estagnado. Em muitos casos, é melhor fazer algo errado e aprender com a experiência, do que esperar o Senhor do Tempo recolher o seu corpo sem vida. Quando fizer algo correto, terá alegria – mas não por ter feito algo certo – colocado um prego corretamente na parede ou algo assim. Terá alegria por estar fazendo progresso na direção correta – você está em movimento, melhorando algo em algum lugar.

Tenha uma vida interior. Medite, ore, chore interiormente. Sem essa entrada de recursos interior, sua vida interior ficará falida sempre.

 

ckg-jk-pink.jpgTristeza espiritual

Todavia, a tristeza nem sempre é ruim. Quando se trata de um choro que busca algo além, uma insatisfação que o faz seguir adiante, ela é na verdade a sua aspiração pelo Altíssimo, que encontra-se vestida com uma roupagem de intensidade incomum. Segundo Sri Chinmoy:

“So when you miss God, that is a very good sign, an extremely good sign. The first step is to miss Him. But then you have to go one step ahead and ask yourself whether the person you miss is universal. If you feel that He is universal, then you know that He is bound to be here, where you are. Therefore, you do not cry for Him. You try to see Him all around you, since He is universal. And if you want to see Him around you, then your aspiration has to be the strongest.”
Sri Chinmoy, Father’s Day: Father With His European Children, Agni Press, 1976.
 

Páginas recomendadas

Benefícios da meditação A meditação é uma abridora de portas para mundos novos, novas vistas. Tudo isso já existia, mas a partir de quando nutrimos nosso choro interior a...
Novo livro sobre meditação: O Ensinamento Silencio... Recentemente traduzimos o livro "O Ensinamento Silencioso". Esse pequeno livro possui apenas 60 páginas, mas é denso e explana a fundo a ideia por ...
Amor, relacionamentos, energia sexual, celibato e ... por Patanga Cordeiro, com textos de Sri Chinmoy   Um relacionamento: Na sua vida exterior E Na sua vida de desejo, O que ele ...
Meditação e Esportes por Adriano Junho de 2005 é um mês muito especial - a data em que comecei a aprender sobre o universo da meditação. Nessa época eu já praticava...