Formas de meditar diferentes: a ação

playlist de música para meditação

 

Formas de meditar diferentes: a ação

por Patanga Cordeiro

 

Hoje sigo com mais uma pequena história do meu cotidiano.

 

Passei o dia no nosso centro de meditação fazendo reparos, podando e jardinando, planejando melhorias, acompanhado de um dos meus colegas.

 

Ao fim da tarde, apesar de eu não ter feito várias coisas que gosto de fazer principalmente nos domingos, eu estava me sentindo muito bem, simplesmente feliz, feliz sem motivo, feliz de estar satisfeito.

 

Uma parte disso se deve, acredito, por ter feito trabalho simples, manual, longe do computador e telefone (só fui ver meu telefone no fim da tarde, porque me avisaram que alguém queria falar comigo, mas estava tudo resolvido quando liguei).

 

Quando fui almoçar, pelas 14h, passei na frente da foto de Sri Chinmoy. É a foto que uso para meditar todos os dias. Naquele momento, essa foto parecia tão viva, como se estivesse dentro de mim, ou como estivesse compondo os meus arredores, as coisas que existiam no meu dia.

 

Eu não estava me sentindo particularmente elevado, mas, quando penso bem, estava servindo, estava fazendo algo com um significado interior, estava ocupado com algo luminoso, estava sempre em silêncio ou falando coisas boas.

 

Tive a sensação de que fiz muito progresso nesse dia. De que melhorei muitas coisas. A única coisa que fiz foi cortar galhos, limpeza, com uma companhia espiritual, num ambiente espiritual. Mas tive o resultado de como se tivesse uma meditação profunda, que é algo que acontece apenas raramente durante o meu horário de meditação propriamente.

Hoje é o dia, agora é a hora para meditar

Agora é a hora

Para fazer um bom uso do tempo.

Hoje é o dia

Para começar um perfeito dia.

-Sri Chinmoy

O dia e a hora para meditar é agora

Recentemente, por estar mais tempo trabalhando a partir de casa, estive pensando em usar melhor o meu tempo. Por não gastar tempo com o transporte, o meu dia ficou mais longo. No entanto, percebi que não estava me dedicando mais à meditação, ao canto e aos esportes. Acabei simplesmente desperdiçando o tempo extra que ganhei. E senti que é um desperdício como o de desperdiçar comida, dinheiro, etc, mas pior. Cedo ou tarde, todos teremos de chegar à iluminação, e é por isso que estamos vivos. E eu aqui, desperdiçando tempo que, por um milagre, ganhei para uso no meu dia.

Isso foi crescendo, e um dia, após uma meditação, eu senti aquele “agora chega”. Fiz uma lista de prioridades, coisas que devo fazer. Algumas delas: meditar um pouco mais de manhã cedo; meditar por alguns minutos de hora em hora durante o dia (coloquei um despertador); fiz um plano para aprender novas canções durante o dia, etc. No dia seguinte, eu teria um dia diferente.

Ao sair para correr, troquei a página do meu calendário, e lá estava a mensagem de Sri Chinmoy:

Agora é a hora

Para fazer um bom uso do tempo.

Hoje é o dia

Para começar um perfeito dia.

-Sri Chinmoy

E o sentimento que tive, ao ver o aforismo assim, tão claro, exatamente o que eu estava pensando, foi que Sri Chinmoy, meu Mestre espiritual, em si estava me inspirando a melhorar, a usar melhor meu tempo, e me ensinando o que realmente importa na vida.

E, ainda mais, com o gracioso toque de colocar o aforismo para mim, para fortalecer a minha promessa, para me dar inspiração, alegria e gratidão.

Meditação como uma ferramenta para autoconhecimento

playlist de música para meditação

Muito tem se falado ultimamente sobre meditação como algo terapêutico, para ajudar a aliviar o stress ou a ansiedade. Contudo, a meditação é uma poderosa ferramenta para o autoconhecimento e autotranscendência, de acordo com os ensinamentos do professor de meditação Sri Chinmoy que continuam sendo difundidos por seus alunos por meio de cursos de meditação gratuitos no mundo todo, e também em São Paulo.

 “Com sua boa vontade e determinação você pode usar esse instrumento para descobrir o que existe de real dentro de você e fazer da sua vida algo mais pleno, indo além do vazio, frustração, dúvida ou qualquer imperfeição que considere um obstáculo. Todavia, para isso é preciso praticar com disciplina e sinceridade, como um atleta divino. Uma vez que isso faça parte da sua vida, naturalmente vem um sentimento de satisfação, de a vida valer a pena, de tudo fazer sentido e ter um propósito, de se sentir verdadeiramente feliz mesmo sem ter acontecido nada de bom”, define.

De acordo com o que Sri Chinmoy deixou de ensinamento, a meditação não significa apenas sentar quietamente em silêncio por cinco ou dez minutos. “A meditação requer esforço consciente. A mente tem que ser posta calma e quieta. E, ao mesmo tempo, tem que ser vigilante, para não permitir que qualquer pensamento ou distração ou desejo perturbador, entre”, explica Sri Chinmoy.

É a partir desse ponto, quando amente se torna calma e quieta, é que é possível sentir que uma nova criação está se despertando dentro de si. “Quando a mente está vazia e tranqüila, e nossa existência inteira torna-se um recipiente vazio, Deus a preencherá com paz, luz e bem-aventurança.”

Nos cursos de meditação gratuitos em São Paulo, muitas pessoas procuram a meditação porque sentem que precisam de algo a mais na vida, uma felicidade maior, mas ainda não sabem o que é. Por meio da meditação no coração, como a ensinada nos cursos, é possível encontrar as respostas.

“Sri Chinmoy ensinou para nós que a meditação faz com que nos tornemos inseparavelmente um com o mundo inteiro. Quando queremos alcançar paz, luz e felicidade ilimitadas, a meditação é a resposta. O mundo precisa de uma coisa – paz – e a meditação é a resposta”,diz Patanga.

Exercício de meditação no coração para fazer em casa

O Centro de Meditação Sri Chinmoy em São Paulo costuma oferecer cursos mensalmente, porém, Patanga Cordeiro compartilhou conosco um dos exercícios ensinados por Sri Chinmoy que é possível fazer em casa:

A vastidão do céu

“Mantenha os olhos semi-abertos e imagine o vasto céu. No começo, tente sentir que o céu está diante de você. Mais tarde, tente sentir que você é tão vasto quanto o céu, ou que é a própria vastidão celeste.

Depois de alguns minutos, feche os olhos e tente ver e sentir o céu dentro do seu coração. Por favor, sinta que você é o coração universal, e que dentro de si mesmo está o céu em que meditou e com o qual se identificou. Seu coração espiritual é infinitamente mais amplo do que o céu. Portanto, você pode facilmente abrigar o firmamento dentro de si mesmo.”

-Sri Chinmoy, do livro Meditação: Homem-Perfeição na Deus-Satisfação

Playlist para meditação diária – online e download em mp3

playlist de música para meditação

Fizemos duas compilações de faixas de áudio para você fazer a sua meditação. Você pode fazer download delas para organizar uma playlist para meditação, bem como gravar elas num CD.

A primeira dura 19 minutos, começando com 5 minutos de respiração e concentração, 13 minutos de meditação e 1 minuto de gratidão. Depois disso, você pode ler por 15 minutos.

A segunda dura 40 minutos, começando com 10 minutos de respiração e concentração, 30 minutos de meditação, 1 minuto de gratidão. Você completa a série com 20-30 minutos de leitura.

 

Link para download da playlist em mp3:

Download das músicas para meditação em mp3

Meditação com música online:

No Soundcloud:

Versão curta da playlist de meditação

Versão longa da playlist para meditar

No Spotify:

Como usar essa playlist de meditação?

Coloque para tocar e sente-se no seu lugar de meditação. Siga os quatro passos sugeridos a seguir.

 

1) Respiração e concentração (5 a 10 minutos)

Durante a duração da primeira parte, faça o seguinte exercício de respiração, ensinado por Sri Chinmoy no livro Meditação: Perfeição-Homem na Saitsfação-Deus. Enquanto Sri Chinmoy entoa AUM no áudio, você inspira e expira uma vez. Depois de umas 3 a 5 repetições, você inspira durante um AUM e expira durante o próximo AUM. O espaço de tempo entre cada AUM você usa para prender a respiração. Segue o exercício conforme ensinado pelo Mestre:

“Enquanto inspirar, em cada respiração tente repetir [mentalmente] ‘Supreme’ sete vezes lentamente, e mais sete vezes enquanto expirar. Dentro de você há sete mundos superiores e sete mundos inferiores. Quando repetir ‘Supreme’ ao inspirar, sinta que está acessando os sete mundos superiores dentro de você. Uma vez alcançados os sete mundos superiores, sentirá um sólido poder. Quando expirar, pense nos sete mundos inferiores dentro de você e tente jogar a força dos mundos superiores dentro dos mundos inferiores. Acumule tudo nos mundos superiores e então, enquanto diz ‘Supreme’, ‘Supreme’, ‘Supreme’ ao expirar, entre nos mundos inferiores com paz, luz e bem-aventurança, para purificá-los.”

*Supreme = Supremo em inglês, um nome de Deus. Você também pode usar Aum ou Senhor ou Deus.

 

2) Meditação (13 a 30 minutos)

O seguinte exercício é a parte principal da rotina, durante a música de flauta ou esraj. Meditação é identificação. Você tentará se tornar um com o céu. A sua mente diz que vocês são coisas separadas – por isso não vamos meditar na mente. O seu coração é o instrumento correto para se identificar com algo. Identificação é o sentimento de você ser a própria coisa com que se identificou. Você sentirá que é o céu, o vasto e ilimitado céu.

“Mantenha os olhos semiabertos e imagine o vasto céu. No começo, tente sentir que o céu está diante de você. Mais tarde, tente sentir que você é tão vasto quanto o céu ou que é o próprio vasto céu. Depois de alguns minutos, feche os olhos e tente ver e sentir o céu dentro do seu coração. Sinta que você é o coração universal, e que dentro de si mesmo está o céu no qual meditou e com o qual se identificou. O seu coração espiritual é infinitamente mais vasto do que o céu. Portanto, você pode facilmente abrigar o firmamento dentro de si.” – Sri Chinmoy, do livro Meditação

Há diversos outros exercícios que podemos recomendar depois que fizer esse por algumas semanas.

 

3) Finalizando o exercício e começando o seu dia: gratidão (1 minuto)

Após o exercício de meditação há a terceira faixa, de um só minuto com um xilofone. Ela é um lembrete para você oferecer gratidão. Gratidão por ter essa vida, gratidão por estar buscando algo maior, gratidão por ter tido uma boa ou má meditação (agora não importa mais como foi – é só agradecer), gratidão por tudo. A gratidão é capaz de transformar a sua vida. Segue um texto para inspiração:

“Pergunta: Como posso melhorar a minha meditação matinal?

Pergunta: A cada manhã, você precisa oferecer a sua gratidão a Deus, por ter despertado a sua consciência enquanto os outros ainda estão dormindo e por todas as bênçãos infinitas Dele para você. Se oferecer só um pouquinho da sua gratidão, você sentirá a Compaixão de Deus. Sentindo a Sua Compaixão, tente oferecer a si mesmo. Diga: “Tentarei agradá-Lo apenas à Sua maneira. Até agora pedi que Você me satisfizesse à minha maneira, dando-me isto ou aquilo para me fazer feliz. Mas hoje estou pedindo a capacidade de agradá-Lo à Sua própria maneira”. Se puder afirmar isso com sinceridade, automaticamente a sua meditação matinal será melhor. “

 

4) Leitura (15 a 30+ minutos)

Se tiver tempo (ou se puder acordar mais cedo para dar tempo), depois da sua meditação leia um livro escrito por um Mestre realizado ou, pelo menos, um buscador muito, muito avançado. Sugerimos 30 minutos como ideal, mas 15 ou 20 minutos já é muito bom. Assim não só o seu coração, que pode praticar a meditação, mas também a sua mente, através da leitura, podem receber uma luz mais elevada. Se quiser, aproveite a música para marcar o tempo também.

 

5) Esportes (20 a 30+ minutos)

Para ter um início de dia perfeito, pratique 20-30 minutos de exercício físico (corrida, natação, etc) para trazer luz interior e dinamismo e pureza exteriores para o seu corpo também. Não é só o coração e a mente que necessitam de nutrição espiritual – o corpo também precisa!