Vídeo: dieta vegetariana para meditar

Vídeos para meditar e sobre espiritualidade

Transcrição do vídeo e legenda por Sri Chinmoy Centre Brasil

Lista de vídeos selecionados para meditar.

 

 

Você segue alguma dieta especial?

Eu sou estritamente vegetariano e meus alunos são estritamente vegetarianos.

Por que vegetarianismo?

Nós sabemos que dentro de nós existem qualidades animais.

Nós discutimos, brigamos, temos inveja dos outros

e fazemos muitas coisas não divinas.

Agora, quando olhamos para os animais,

percebemos que essas são as qualidades e propensões animais

que vemos ao nosso redor.

Mas, se comemos carne, então as qualidades do mundo animal entram em nós.

Enquanto que, quando comemos vegetais,

então as qualidades mentais do reino vegetal entram em nós.

Então, nós estamos tentando ter uma vida calma e tranquila.

Portanto, é aconselhável ser vegetariano

se alguém quer acelerar o progresso de sua inspiração.

Guru, é óbvio para você que existem cientistas por aí, tenho certeza,

que te escutam dizer que, se uma pessoa come carne,

ela adquire as qualidades mentais do animal…

Ela se torna inquieta, agora, aqui, nós estamos desesperadamente

nos tornar calmos, quietos e tranquilos.

Então, não serve ao nosso propósito.

Como você responde para esses cientistas céticos

que dizem: “Como você pode provar isso?”?

Espiritualidade não é algo para ser provado,

e se eu sei que o que estou fazendo me satisfaz,

eu não tenho que mover um dedo

para provar para você ou para qualquer outro,

o próprio fato de eu estar desfrutando do que deveria estar desfrutando.

Então, aqui, ao provar para os outros o que nós ganhamos,

nós apenas entramos no mundo da confusão e contradição.

Enquanto que, se eu sei que estou desfrutando o néctar da felicidade divina,

deixe o mundo todo me criticar ou não acreditar em mim.

Não darei nenhuma atenção para isso.

Porque, se sei qual é a minha meta e se estou perseguindo minha meta,

deixe o mundo me dizer que não estou nem na largada.

Eu não devo me importar.

 

Você segue alguma dieta especial?

Eu sou estritamente vegetariano.

Até os 12 anos, ou antes dos 12 anos,

eu ainda comia carne, peixe e assim por diante…

???????????????????

Não, desde os 12 anos até hoje.

Aos 12 anos, eu entrei para uma comunidade espiritual no sul da Índia

e lá, carne e peixe são proibidos.

Então, agora, desde então, meus alunos também, tenho discípulos

por todo o mundo que não comem carne nem peixe

porque a carne nos torna inquietos,

prejudica nossa consciência.

Nossa vida espiritual precisa

de equilibrio, paz, calma, e tranquilidade.

Devo ir devagar, claro, e espero não estar interropendo

mas, obviamente, proíbe coisas como drogas e álcool.

Estou ficando calmo enquanto falo com você.

Qualquer coisa que nos estimula é proibido.

 

Eu te vejo nos concertos e já nos falamos várias vezes

e aprendi muito com isso.

Mas uma coisa ainda não fiz.

Nunca fui para o restaurante.

Você tem um restaurante no Queens.

Sim, no Queens. Annam Brahma: “Food is God”.

Bom, ouvi muito a respeito.

O que isso significa: “Food is God”?

Food is God”?

Sim, “Food is God”.

É vegetariano?

É vegetariano, estritamente.

E você também é, claro.

Tenho sido estritamente vegetariano pelos últimos 46 anos.

Eu deveria ter mencionado que você está com quanto, 68 anos?

68 anos. Então, aos 12 anos eu parei com a carne e peixe, eu suponho.

Era um menino indiano?

Era um menino.

E nunca mais comeu?

 

 

 

 

Vídeo: arte para meditar

Vídeos para meditar e sobre espiritualidade

Transcrição do vídeo e legenda por Sri Chinmoy Centre Brasil

Lista de vídeos selecionados para meditar.

 

 

Fonte de arte … como uma fonte, ela é espontânea.

No meu caso quando desenho algo,

eu não sei para onde estou indo, eu sigo um raio de luz.

Logo que começo a pintar ou desenhar

eu vejo algo guiando minhas mãos ou dedos,

por isso é possível para mim pintar milhares de quadros.

 

O que é isso que guia os seus dedos?

 

A fonte é a minha vida de oração. Aqui dentro eu sinto alguém me guiando, meu Piloto Interior. Alguns anos atrás uma equipe de televisão veio e me viram em casa, quão rápido eu sou. Mas eu não tenho treinamento algum, sou um amador. O que vier de dentro de mim, eu faço. Eu sou um aluno da escola interior. Porque na escola interior eu consigo inspiração, não informação. Na escola exterior, você obtém informação quase o tempo todo, mas na escola interior vocês obtêm inspiração e aspiração. Ali, você não usa a mente, mas, pelo contrário, lá se desaprende. Na escola exterior aprendemos muitas coisas. Isso alimenta a nossa mente e, muito frequentemente, fazemos mal uso das coisas que aprendemos com mente. Contudo, quando aprendemos na escola interior tudo e positivo, não é destrutivo.

 

E isso é para todos?

 

Espiritualidade não é monopólio da alma de nenhum individuo. Somos todos filhos de Deus. Depende de nós escolher sermos bons cidadãos no mundo, ou destruirmos o mundo, ou amar o mundo, estar no mundo e fazer algumas transformações no mundo.

 

****************

 

O objetivo do Supremo da arte é a auto-descoberta ou realização-Deus e vida-perfeição.

A vida-perfeição está incondicionalmente e constantemente entregue à Vontade de Deus, a Vontade do Supremo.

 

03:03 – Quando eu pinto eu sigo devotamente um raio de luz. É bastante visível para mim. Esse feixe de luz vem da minha alma interior ou meu eu interior.

 

03:22 – O Supremo disse: “Eu quero que você agora seja o Meu mais absolutamente perfeito instrumento. É o que Eu quero agora.” Você pode não se tornar um artista, mas caso se torne o melhor instrumento, você se torna o Seu Alento vivente.

 

Através de sua arte, Sri Chinmoy convida a humanidade para uma jornada de descoberta espiritual.

 

03:48 – Não sabemos se há um recorde mundial para o número de pinturas feito em um curto espaço de tempo, no programa dessa noite do Bert Haney’s People, podemos ter encontrado tal homem. Esse feito foi realizado por um guru, que mora no Queens.

 

10.000 pinturas em 100 dias – são 100 pinturas ao dia, como você pode fazer isso?

 

Não fui eu quem fiz. O Supremo em mim, que é o meu Piloto Interior, o fez em e através de mim. Apenas me tornei Seu instrumento dedicado, devotado e incondicional.

 

 

04:38 Eu dedico essas devotadas pinturas para o Supremo artista, o Supremo absoluto. Eu dedico essas pinturas aos buscadores-artistas que visitam essa exibição de arte. Eu dedico essas pinturas repletas de alma aos amantes da arte espiritual. Eu dedico essas pinturas aspirantes para as minhas crianças espirituais, cuja a contribuição só pode ser sentida e nunca expressada em palavras. A todos os meus discípulos eu ofereço meu sempre crescente coração-gratidão.

 

Supremo, Supremo, Supremo, eu me curvo a Ti, eu me curvo a Ti, eu me curvo a Ti.

 

Em 03 de Outubro de 1975, menos de 11 meses após o início da arte Jharna Kala, Sri Chinmoy completou 100.000 pinturas. Em um período de 24 horas, a partir da meia noite de 16 Novembro de 1975, ele pintou 16031 quadros.

 

 

 

Vídeo: sobre a música para meditar

Vídeos para meditar e sobre espiritualidade

Transcrição do vídeo e legenda por Sri Chinmoy Centre Brasil

Lista de vídeos selecionados para meditar.

 

EM BREVE

 

00:40 – Sri Chinmoy dedicou sua vida a paz mundial. Ele é um escritor, poeta ,artista, músico, atleta e líder espiritual .

00:49 – Ele se encontrou com muitos líderes mundiais como Papa João Paulo, U Thant, Michael Gorbachev para lhes trazer a sua mensagem de paz. Ele realizou mais de 200 concertos ao redor do mundo. Leonard Bernstein chamou a sua música de “poderosa e incrível”. Sri Chinmoy tem sido chamado de Embaixador da Paz e o primeiro ‘Homem Global do Século XX’. Nesta noite o temos no Westchester Newsline. Sri Chinmoy, somos muito obrigados pela vista, nós agradecemos.

01:16 – Em primeiro lugar fale sobre a sua música. …. Sendo um músico amador, eu bem sei como é difícil praticar e fazer a música sair de você. Mas com você vem naturalmente. Você não tem um treinamento formal (nós mostraremos você tocar o piano em alguns minutos), você compôs mais de 7000 canções, toca vários instrumentos… de onde vem a sua inspiração?

01:39 – Minha inspiração vem da minha aspiração, eu oro e medito. A partir da minha vida-oração e vida-meditação eu obtenho inspiração, e minha inspiração eu ofereço ao mundo com a música, poesia, arte e algumas outras coisas.

02:07 – Tenho notado você tocar piano e, observado suas mãos quando você toca, nem sempre usa seus dedos como um pianista convencional faz. Você usa o lado das suas mãos, etc. Como isso vem a você ?

02:19 – Vem espontaneamente. Como você sabe, eu não faço nenhum treinamento formal, e minha inspiração leva. Quando eu toco, não nos meus dedos em si… o que eu for compelido a tocar no teclado eu faço.

02:42 – Como isso sai de você? Como essa inspiração se manifesta?

02:43 – Vem diretamente do meu coração, do meu coração –aspiração. Como eu disse antes, eu oro ou medito, e algo de dentro toca através de mim. Eu o chamo de Piloto Interior, minha Fonte.

02:59 – Nós mostraremos a você uma curta gravação dos concertos de Sri Chinmoy que tem realizado ao redor do mundo. Nós mostraremos o que é a música dele e como vem do coração. Rodaremos o vídeo de Sri Chinmoy tocando piano.

06:11 – Nós assistimos Sri Chinmoy tocar piano. Ele é um músico habilidoso em vários instrumentos. Quais os outros instrumentos que você toca?

06:12 – Eu toco viola, violoncelo, flauta transversal, instrumentos indianos o esraj, flauta transversa, corne, flauta doce, baixo, …

06:38 – Uma banda de um homem só, eu diria…

06:40 – Eu costumo tocar 27 instrumentos quando faço concertos importantes.

06:47 – Músicos com treinamento formal, como Leonard Bernstein, valorizaram as suas obras, e outros mais conhecidos como Carlos Santana, John McLaughlin, também tem sido inspirados pela sua música. O que você pensa que essas pessoas veem na sua música?

07:08 – Eles talvez veem na minha música simplicidade e pureza, e principalmente um anseio por uma vida melhor.

07:19 – Qual é a mensagem que você tenta transmitir ao viajar o mundo com os seus concertos. Qual é a mensagem que você tenta propagar através da sua música?

07:27 – Através da minha música eu tento oferecer meu sentimento de unicidade, inseparável unicidade. Nós somos todos um, pertencemos a uma família, e a música é a linguagem universal. Não precisamos aprender nenhuma língua estrangeira … basta a música … música do coração para o coração, conversa de coração a coração. Através da música eu tento estabelecer minha unicidade com você e a sua unicidade comigo também.

08:03 – Você disse: “quando expandimos o coração, vemos o mundo todo dentro do seu coração.” O que você quer dizer com isso?

08:13 – Quando nós oramos e meditamos nós entramos na vastidão, especialmente quando meditamos, nós sentimos entrar na vastidão do oceano. Dentro do oceano há gotas como um connjunto de seres humanos individuais. O oceano incorpora incontáveis gotas. A gota é o ser humano individual. Dentro do universo do coração há incontáveis seres humanos e a música tem livre acesso ao universo do coração, no sentido que transcende tempo e espaço.

09:00 – Orações repetitivas são de valia? Uma oração num estilo mântrico?

09:01 – É muito bom. Desse modo, traremos a tona nossas capacidades. Se você repite “Cristo, Cristo, Cristo,” a consciência de Cristo entra em você. Porque você está repetindo “Cristo, Cristo, Cristo, Salvador, Salvador, Salvador”, você não está disponível para pensar em outra coisa , ou algo não divino… nada roubará sua atenção, porque você está focando toda a sua atenção num assunto particular, numa pessoa em particular, no Salvador. Então se você repete a mesma palavra, o mesmo mantra, você está fadado a obter as qualidades da divindade.

09:36 – 09:38 É como um rosário. Como no catolicismo…

09:39 – A mente não ficará vagando. Ela estará focada em apenas uma coisa. A mente é como um macaco, indo daqui para lá, …

09:53 – Você foi referenciado por pessoas como Bernstein e Pablo Casals e tem sido extraordinário nesse campo [da música].

10:00 – Você é extramente gentil comigo. Sou um verdadeiro amante da música e tenho tocado música desde a minha infância.

10:08 – Disseram-me que você leva seus instrumentos consigo ao redor do mundo, e vi que você trouxe a sua flauta ao estúdio. Você poderia tocar, por favor? Você escreveu milhares de composições. Num só ano você escreveu mais de mil composições.

10:25 – A Graça de Deus pode capacitar um ser humano a fazer qualquer coisa que Ele queira. Eu dependo da Graça de Deus, e não da minha capacidade.

10:35 – Poderia dar nos um exemplo por favor?

11:10 – É tão pacífico […] Você sentiu? Você também pinta – quantos milhares de pinturas você foi capaz de fazer?

11:23 – São 140 mil pinturas sob o meu nome, mas, de novo, é a Graça de Deus, e não a minha capacidade. Tenho que ser bem franco nisso.

11:29 – Mas, quando você faz o que tem feito até agora e, ao mesmo, realiza cem concertos da paz grátis em todo mundo, pergunta-se como alguém consegue ter tempo para fazer tudo o que você faz.

11:42 – Onde há vontade, há um jeito. Essa vontade vem da incondicional Graça do meu Amado Senhor Supremo, meu Piloto Interior que verte as suas bênçãos sobre mim e a todo momento tenta Se expressar em e através de mim, de acordo com as minhas capacidades muito limitadas.

12:04 – Você agraciará nossa cidade com fará dois concertos gratuitos, um esta noite e outro amanhã a noite. Será no Centro de Esportes e Entretenimento. Que tipo de concerto será, do que consiste os concertos?

12: 22 – Consiste em música da alma e paz. Não é música da excitação vital, mas sim do despertar do coração. É música devotada e calma. Com essa música tentamos traz à tona nossa capacidade interior, a qual nos ajudará a unir o mundo todo, numa família de unicidade, uma família-unicidade. Isso é o que estamos tentando criar com a nossa música suplicante.

12:56 – Os concertos começarão às 20h? No Centro de Esportes e Entretenimento, hoje e amanhã à noite, e serão gratuitos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Vídeo: Oração e meditação

Vídeos para meditar e sobre espiritualidade

Transcrição do vídeo e legenda por Sri Chinmoy Centre Brasil

Lista de vídeos selecionados para meditar.

 

 

Se alguém quiser ficar mais próximo de Deus

e quiser ser mais devoto, mais espiritual,

como você poderia guiá-los?

 

Eu diria para realizarem duas coisas: orar e também meditar.

Quando estão orando, devem lembrar que estão falando

com seu Pai Celestial.

Já quando estão meditando, devem sentir que o Pai Celestial

está falando com eles e terão que obedecer.

É uma conversa. Nesse caso, duas pessoas estão conversando.

Se uma delas permanecer em silêncio,

a outra não pode fazer nada.

Entre eu e você deve haver comunicação constante.

Deve haver uma comunicação constante entre o buscador e Deus.

Portanto, quando o buscador quer falar algo, ele tem de orar.

E quando quer aprender algo, ele tem de meditar.

Quando eu oro, com minhas mãos postas estou invocando,

estou subindo, como subir numa escada.

Estou indo pra cima pra ficar aos Pés do meu Senhor Supremo.

Estou subindo e subindo, e quando atinjo um certo estágio de

consciência, verei meu Amado Supremo e irei tocar Seus Pés e estar a Seus Pés.

Já quando medito, dessa forma…

Me torno calmo e quieto.

Então Ele descerá através de mim, descendo até meu coração.

E assim Ele me dará a mensagem e eu tentarei executá-la.

 

Pode me dizer a diferença entre orar e meditar?

Na oração consegue tudo, e meditação também.

Mas quando você ora, algumas vezes você se

sente totalmente desamparado.

Estamos orando e orando, absolutamente desamparados:

“Deus venha e nos salve, nos salve!”

Esse é nosso sentimento.

Estamos tão desamparados, esperando que

alguém em nome de Deus venha e nos ajude.

Já na meditação, você sente que existe Alguém

que você conhece e irá virá socorrê-lo:

Ele é o meu Pai, o Eterno Pai.

Mas, quando oramos, sentimos que estamos na rua,

como um mendigo, batendo na porta de alguém.

Se a pessoa for suficientemente gentil,

ela irá abrir a porta e nos dar o que precisamos.

Mas quando meditamos, temos um sentimento diferente.

Sentimos que o mundo todo nos pertence.

Portanto você irá bater na porta,

e alguém que é nosso Pai irá abri-la.

Nós confiamos nessa pessoa que nos ajuda com que precisamos, que é nosso Amigo, que é nosso Pai.

Mas quando somente oramos,

sentimos que alguém de muito alto irá vir e

notará nosso coração que sangra.

A meditação tem a vantagem do sentimento de que

a pessoa para a qual oramos é familiar.

Nós O conhecíamos e conhecemos. Ele é nosso Eterno Amigo.

Já na oração, sentimos que Deus o Pai é nosso Amigo, mas não temos certeza que Ele virá e satisfará nosso desejo ou aspiração.

Quando meditamos, temos mais certeza na vida,

pois já estabelecemos o sentimento de familiaridade,

de que Ele é o nosso Pai.

Temos uma certa confiança. O Pai nos ouvirá.

Quantas vezes precisaremos implorar,

sendo que Ele é o nosso Pai?

Mas a oração não tem essa certeza.

A oração age como um pedinte.

Você pode bater à porta de alguém por um longo tempo,

mas não há garantia de que a pessoa virá atendê-lo.

Mas quando meditamos há uma certeza interior.

Há uma certeza de que Ele lá dentro é bem familiar

e virá abrir a porta.

Quando você ora, você sobe para ver os Pés de Deus.

Quando você ora assim, nossa meta é ver e tocar os Pés de Deus e estar a Seus Pés todo o tempo.

Mas quando meditamos assim, trazemos Ele para cá.

Como uma arraia, assim que a soltamos, ela sobe, e então a trazemos de volta.

Quando meditamos, trazemos Ele para o nosso coração

e dizemos: “Agora, utilize-nos. Somos ignorantes.”

A oração sobe para ver os Pés de Deus.

E a meditação traz o Olho-Compaixão e os Pés-Perdão de Deus.

Uma sobe para ver, a outra desce para trazer.

 

Seria um erro durante a oração que estejamos pedindo algo ao invés de simplesmente comunicar?

Não. Não é errado. Se você orar por algo bom, não é um erro.

Digamos que a minha mente esteja me incomodando, cheia de dúvida e suspeita, raiva e etc.

Se eu oro a Deus: “Por favor, por favor, Ó Deus, por favor remova a dúvida, suspeita, ansiedade, preocupações e tantas forças negativas”, isso não é ruim.

Mas se eu oro a Deus para que me dê dez casas, vinte carros, isso é ruim. Isso é possuir.

Algo é se eu oro a Deus e Ele vem com a Sua Compaixão e me ilumina, se isso é o que eu peço, pois a minha mente de dúvida criou tantos problemas para mim, a minha mente de suspeitas.

Deus está sempre pronto para quando oramos por algo bom.

Mas devemos saber de que tipo de oração se trata.

Se é para Deus vir e remover meu medo, dúvida e ansiedade,

ou se estou orando para o meu sucesso material.

Se orarem juntos, se for possível,

Ao orarem juntos, será mais eficiente.

Mas, se não puderem, fazer o quê?

Se puderem meditar juntos, terão melhores resultados.

Mas algumas pessoas acham que, quando vêem outra pessoa,

a sua inspiração desaparece.

A aspiração desaparece.

Mas o ideal é meditar juntos, orar juntos tão frequentemente quanto o possível.

É uma questão de trabalho coletivo.

É bom fazer trabalho coletivo tanto quanto possível.

 

Quando ora a Deus, é uma conversa.

Quando ora a Deus assim,

imediatamente sentimos que Deus está aqui,

um pouco acima, ou só Deus sabe o quão mais alto,

mas Ele ouve as nossas orações.

“Deus, nos dê isto.”

Quando meditamos, sentimos que a Sua existência

não está lá, mas está aqui.

Há duas vias. Agora estou falando com você por alguns segundos

e você fala comigo.

Quando oramos, sentimos que Ele está lá emcima, ouvindo o que eu digo.

E quando meditamos, sentimos que Ele está falando conosco: “Faça isso, faça aquilo, não faça isto.”

Se puder abordar Deus e sentir que Ele está aqui dentro,

poderemos ter uma conversa sem fim.

Mas a nossa mente nos diz que Deus está

lá em algum lugar, outro lugar que não aqui, acima.

Então, para convencermos a mente,

devemos orar para lá, e Deus nos ouvirá.

Mas se puder ir para além da mente,

se puder viver aqui [no coração], então vemos que dentro do nosso coração

a conversa acontece de forma constante e incessante.

Vídeo: Horário para meditar e o valor da meditação

Vídeos para meditar e sobre espiritualidade

Transcrição do vídeo e legenda por Sri Chinmoy Centre Brasil

Lista de vídeos selecionados para meditar.

 

 

Sri chinmoy : 00:00 – 00:06 Meditação é o único caminho para aumentar nossas capacidades em todo e cada campo de atuação.

 

Entrevistador : 00:06 Não importa o que seja?

 

Sri chinmoy : 00:07 – 0019: Não importa o que seja, porque meditação nos ajuda a cada momento a oferecer nossa própria vontade individual à Vontade de Deus. Então se, através da meditação, você pode identificar…. estabelecer nossa unidade com a Vontade de Deus, haverá qualquer coisa que você não poderá atingir? Quando ele disse seja feita a Sua Vontade,” significa que meu Pai e Eu somos um. Por conta da sua unicidade ele disse “eu e meu Pai somos um.” Então o filho se tornou o Pai. Apenas porque nós não temos esse tipo de fé no Criador, nós estamos separados, a criação do Criador. A meditação tem a capacidade de nos unir, a jornada e o objetivo. A meditação está entre, no início e ela me leva ao meu objetivo.

 

Entrevistadora : 01:12 Qual é o valor de meditação?

 

Sri chinmoy : 01:14 – 02:08 : O valor da meditação é incalculável. Não se pode medir o valor de meditação. É algo sem medida. Quando meditamos, entramos na nossa fonte. Essa fonte é infinita, eterna e imortal. Então quando nós estabelecemos livre acesso às nossas infinitas capacidades dentro de nós, então nós podemos oferecer dedicado serviço à humanidade. Meditação nos leva ao interior profundo e também traz à tona nossa divindade interior e nossas qualidades interiores. Através da meditação podemos trazer à tona e oferecer essas qualidades interiores à humanidade.

 

Entrevistadora: 02:09 – 02:17:  É importante ter um professor para a meditação? É necessário ter um mantra e coisas do tipo? Se você não sabe nada sobre meditação, é possível simplesmente se sentar e meditar?

 

Sri chinmoy : 02:17 – 03:12: Certamente, você pode. Não é obrigatório ter um professor. Alguém que possa ter dito a melhor meditação pode não ter tido um professor. Alguns que realizaram Deus (como o Senhor Krishna, Jesus Cristo, etc … há alguns salvadores), não tiveram professor. Aqui há muitas pessoas que vão para escola, faculdades e universidades. Mas há pessoas como Bernard Shaw e o indiano Tagore que não têm diplomas universitários. Se você tem um professor é bom. E, se você não tiver, não quer dizer que estará fadado ao desapontamento .

 

Entrevistadora: 03:12– 03:13:   Eu posso simplesmente me sentar e meditar?

 

Sri chinmoy : 03:13 – 03:26 : Certamente, você pode. Apenas deixe sua mente calma e tranquila e, se você ler alguns livros, livros espirituais, eles podem oferecer tremenda ajuda a você.

 

Entrevistador : 03:26 – 03:36 : Você sempre medita quando levanta pesos, escreve música ou composições , poesias ou pinta, tudo isso você faz enquanto medita?

Sri chinmoy : 03:36 – 03:59 : Pessoalmente, no meu caso, eu sempre sinto que Alguém está meditando em e através de mim. Conscientemente, eu medito por horas e eu vejo e sinto claramente que o meu Piloto Interior está meditando através de mim.

 

Entrevistador : 03:59 – 04:03 : “Piloto Interior” é uma expressão interessante. Como você pode explicá-la para as pessoas que nunca ouviram falar dela?

 

Sri chinmoy : 04:04 – 04:49 :  Há a jornada. Nós precisamos do barco se quisermos alcançar o destino. Você se torna o passageiro, e há o barqueiro. O barqueiro conduz o barco e nos leva até o destino. Similarmente, na vida interior há também um rio, um rio-consciência. Em sua Generosidade infinita, o Barqueiro permitiu que eu estivesse no seu Barco. Ele está pilotando o Barco até o meu destino. Ele é o Barco, Ele é o Barqueiro e Ele é a Meta. Eu sou um passageiro. Com toda a Sua infinita Compaixão e Amor, Ele navega o Barco até a Meta.

 

Convidado: 04:49– 04:54 :   Você sente que há algum horário dia para se meditar?

 

Sri chinmoy : 04:55 – 06:07 :   Claro que para tudo sempre há um horário especial. neste caso é aconselhável meditar de manhã cedo e à noite, pelo menos duas vezes ao dia. De manhã cedo, antes da correria do dia a dia, se você puder orar e meditar fará um progresso muito rápido. E à noite, quando o sol se põe, sentimos que a natureza fica muito tranquila. De manhã cedo e à noite são os melhores horários para todo e cada ser humano, algumas pessoas ficam acordadas até tarde têm muita dificuldade para acordar cedo pela manhã. Então assim que acordarem será o melhor horário. Se você acorda, digamos, às 5 horas e eu as 10 horas da manhã, 5 horas é para você o melhor horário. Se eu acordo às 10 horas, será o meu melhor horário. Se antes de entrar em qualquer atividade terrena, se eu realizao as minha atividades celestiais, que é a minha vida-oração e vida-meditação, sinto que estou fazendo a coisa certa.

 

Entrevistador: 06:08 – 06:09 :   Oração e meditação não são a mesma coisa?

 

Sri chinmoy : 06:10 : Não, oração e meditação não são a mesma coisa .

 

Entrevistador: 06:11 – 06:20 :   Mas, referente a meditação, para as pessoas que estão nos assistindo, você teria uma dica ou sugestão sobre qual seria o melhor modo de meditar, ou técnica bem sucedida?

 

Sri chinmoy : 06:21 – 07: 03 :   Sim. Quando meditamos, a primeira coisa que a meditação exige de nós é a paz mental. E como conseguir paz mental? Nós conseguimos paz mental quando não permitimos que nenhum pensamento entre na nossa mente. Cada momento que um pensamento entra na mente, nós sentimos que alguém está batendo na porta, martelando a parede. Nós não queremos ser incomodados por pensamentos ou qualquer outra coisa que não esteja em sintonia com a nossa oração e meditação.

 

Convidado: 07:04 – 07:17 : Como você medita conscientemente? É interessante, pois, quando se fala em meditação, a pessoa média na audiência imaginaria a posição de Buda ou algo assim.

 

Sri chinmoy : 07:18 – 07:27 : Agora meditarei. Estamos aqui na TV, no estúdio, e estou muito grato. Veja.

Entrevistador : 07:36: Lá vai. Ele está meditando. Eu não quero interromper, mas tenho curiosidade em saber como ele faz isso. Eu levo três horas para cair no sono…

 

Sri chinmoy : 07:44 – 07:53 : Está sob o meu comando. Eu não permiti nenhuma interferência de pensamentos. Nenhum pensamento. Num fugaz segundo entrei na minha mais elevada…

 

Entrevistador : 07:54 : Mas você me ouviu falando enquanto eu interrompia você?

Sri chinmoy : 07:55 – 08:23 : Sim, eu estava consciente, mas você não me incomodou. Não houve interferência. Eu escutei, mas não me afetou. Como no céu, os pássaros estão voando, os aviões estão voando. Eu não penso que o céu, o vasto céu, se afeta. Quando nós seres humanos ouvimos barulho, nos se incomodamos. Mas o céu não se incomoda..

Vídeo: Meditação, pontualidade e regularidade

Vídeos para meditar e sobre espiritualidade

Transcrição do vídeo e legenda por Sri Chinmoy Centre Brasil

Lista de vídeos selecionados para meditar.

 

 

Outro dia eu disse, por favor, tentem levantar às 6 da manhã. Mesmo que tenham que ir pra cama às 5h30, meditem antes por pelo menos 10 minutos e depois podem ir pra cama.

Se fizerem isso, ficarei muito feliz.

E se a deusa do sono não estiver visitando você, você poderá meditar às 4 ou 5 da manhã ao invés das 6 horas.

Antes das 6, você pode meditar em qualquer horário, mas após as 6 é simplesmente impossível. Se você está acamado ou se você sérios problemas mentais, etc, o que eu posso dizer?

Se você meditar ás 6 da manhã, mesmo que tenha ido dormir às 5h30, após a meditação, você pode voltar a dormir por meia hora, uma hora, duas horas.

Mas tentem ser pontuais com a meditação às 6 da manhã. Mas se não dormiram o suficiente, se estiver de bom humor e se você não estiver caindo de sono (…)

Mas de qualquer forma, se querem priorizar à meditação de vocês, podem meditar às 4h30 ou 5 da manhã.

Mas não antes da meia-noite.

Se forem para cama às 9 ou 10 horas da noite, e meditarem às 10h ou meia-noite, isso não vale.

Tem que ser depois das 2 da manhã. Seu Guru tinha o costume de acordar 7 minutos depois das 2 da manhã por anos a fio.

Portanto estou dizendo, depois das duas horas, entre as duas e as seis horas da manhça, vocês podem meditar por 10 ou 15 minutos, mas não antes das 2 da manhã.

Entre 3 ou 4 da manhã, é a hora de Deus, Brahma Muhurta.

Portanto se quiserem meditar que seja entre 2 e 6 da manhã. Mas se estiverem muito doentes, cansados ou exausto, o que fazer?

Qualquer que seja o horário que levantem, após ás 6, a atmosfera, a natureza se torna muito, muito agitada e essa agitação entrará em nós.

*****************

(…)

O pássaro estava subindo. Ele diz: “Eu não irei para baixoMesmo que suba devagar, sem problema, mas estará indo.”

Mas agora pássaro não está fazendo isso. Ele está olhando para baixo, dizendo:

“Meu Deus, como consegui ir tão alto!”

Naqueles dias, o voo era para cima o tempo todo.

Você não ficava olhando. Agora você olha e nota: “Estou realmente tão alto?”

Sabemos que naquela hora o objetivo era subir.

Agora não olhamos para o objetivo, olhamos para baixo.

Mesmo que você esteja a uns 12 cm de altura, você

se lisonjeia: “Meu Deus, estou voando alto!”

Estou tão alto! Antes você devia subir 8000 km, e assim dizia que não era suficiente. Antes, estava tão alto, mas não era alto o suficiente.

Agora você olha para baixo e pensa: “É tão alto. Realmente subi tão alto?”

A distância que subimos nós agora valorizamos muito mais do que aquela grande distância quando estávamos tão alto.”

Estávamos voando alto, mais alto, mas não estávamos satisfeitos. Meu voo, minha aspiração não está alta o suficiente.

Mas se você orar por um dia e por duas semanas não orar, você dirá “Ah, eu orei”. Nessas duas semanas você pensará que iráorar sinceramente em um dia.

Antigamente, se você não orava por um dia, algo o incomodava.

Não meditei bem nesa manhã, e me senti triste porque não tive a minha melhor meditação. Mas hoje em dia, se você fizer uma boa meditação em um dia,você tentará lembrar dela por duas semanas.

Se todos os outros dias você não tiver uma boa meditação, você irá se lembrar dessa.

Como um jogador de tênis. Alguns jogadores, quando

realizam um bom movimento, lembrarão do momento. Eles guardarão com carinho aquele bom movimento.

Eles poderão perder todos os próximos jogos por dias e semanas, mas

Se o jogador tiver dois jogos, irão dar o melhor

em cada um, e não pensarão na primeira jogada.

Somente pensarão no segundo jogo, onde deverão

ter uma raquetada melhor, um movimento poderoso.

Antigamente a meta era completamente diferente.

Hoje em dia valorizam um movimento durante três semanas.

Instrumentos… Deus nos tomou como seus instrumentos,

instrumentos escolhidos.

Quanta fé Ele consegue ter em nós…

Todos nós somos filhos de Deus, não negarei isso,

mas para um Deus diz: “Vá para o mercado e traga (…) um quandidade de comida,” e para outro Ele diz: “Venha e espere aqui. Assim que a comida chegar, vamos comer.”

Àquele que Deus atribui uma responsabilidade,

Ele também dá a capacidade.

Para o sujeito que foi para o mercado, Deus

deu essa capacidade. E para aquele que ficou,

Ele espera que esse ficará calmo e quieto, e não dormindo.

Que permanecerá sentado em seu lugar

esperando a comida chegar.

Mas a pessoa que está sentado pode pensar:

“Uma vez que não tenho nada para fazer …”

Como não tem nada para fazer? Obediência. Deus pediu que ele se sentasse. Deus não pediu para ele dormir.

Mas ele acha que, como Deus pediu para ele esperar,

ele pode dormir.

Mas quanto ao sujeito que foi ao mercado, ele não irá

dormir no caminho. Ele está indo porque seu dever é obedecer Deus.

E, quanto ao outro que deveria esperar, deve estar sentado.

Mas ele acha que como não tem nada para fazer…Ele tem algo para fazer: obedecer.

Se foi ordenado sentar, deve não se deitar e dormir.

Veja, o outro fez o trabalho que lhe foi incumbido: ele foi ao mercado e comprou comida.

Mas o outro, ao invés de esperar sentado

adequadamente, está deitado, dormindo e roncando.

Então aqui está:

Deus pediu que cada um realizasse algo.

 

Vídeo: Levantamentos de peso e espiritualidade

Vídeos para meditar e sobre espiritualidade

Transcrição do vídeo e legenda por Sri Chinmoy Centre Brasil

Lista de vídeos selecionados para meditar.

 

 

Eu gostaria de falar sobre esportes

por alguns momentos.

 

Você é recordista no Livro Guinness de Recordes Mundiais e agora você tem um recorde mundial e detêm esse recorde em levantamento de peso.

Você levantou 3100kg, e pelo que entendi com um braço, uma mão?

 

Realizei isso duas vezes, uma com a mão direita e outra com a mão esquerda.

 

Como você fez isso? 3100kg é muito peso, Sri Chinmoy!

 

Como já disse antes, tudo foi Graça de Deus.

Se você ora para Deus, então o que quer que Ele queira fazer em e através de você…

 

Você sabe, eu já levantei o peso do meu corpo 100 vezes.

Mas nossa filosofia é de auto-transcendência.

 

Nós não competimos contra ninguém. Nós competimos contra nós mesmos.

 

Se eu sou uma pessoa boa, tentarei melhorar.

Se melhorei, tentarei ser ainda melhor.

 

Mas não estou competindo contra os outros.

 

Conheço minhas próprias limitações de ontem, e sei quantas limitações, fraquezas eu tenho.

Hoje tentarei minimizá-las e amanhã tentarei diminuí-las completamente.

Amanhã farei algo no meu mundo de levantamentos de peso.

Quase 2 anos atrás, eu levantei o peso do meu corpo, naquela época 71kg, 100 vezes na frente de um juiz internacional.

Esse mesmo juiz irá me examinar amanhã, e tentarei melhorar o meu tempo.

Anteriormente havia concluído em 23min, e amanhã tentarei realizar em 15min.

 

Isso é auto-transcendência. Eu compito contra mim mesmo.

Dessa forma tentamos melhorar não somente o físico, mas a mente, o coração e tudo que nós temos e somos.

 

>>

Por que é importante trabalhar na força física assim como na espiritual?
Se você é fisicamente forte… eu não estou falando que você tem que ser o mais forte do mundo, longe disso.

Eu não quero ser um boxeador ou lutador.

Mas se você tem força, força física, não para lutar, então a mente se nutre e o vital também.

É algo para se usar com um propósito bom. Se eu estou muito fraco, física e mentalmente fraco, então toda manhã eu acordarei com dor de cabeça, dor de barriga e muitos outros problemas.

Mas se estou em boa forma – e força física é boa forma –, de manhã cedo estarei apto a orar e meditar e realizar o necessário.

 

Por isso damos tanta importância à boa forma física.

 

Se você estiver em boa forma e obter força dos exercícios físicos, eu acho isso muito aceitável.

 

>>>>>>>

>

Falando agora sobre perfeição, nesse caso você começou a levantar peso faz uns poucos há 2 anos?

 

3 anos atrás.

 

E você estava com 54 anos naquela época?

 

Naquela época sim.

>

E no vídeo que fizemos mais cedo, para que pudéssemos conversar enquanto assistíamos…

você levantou mais do que o seu próprio peso. Seu peso é de 70kg?

 

Eu peso 70kg e a carga estava acima de 70kg.

 

Então você levantou mais do que o peso de seu corpo.

E você também levantou até 3100kg com um braço.

Geralmente você levanta com o braço direito, mas aqui você levantou com o braço esquerdo. Por quê?

Estou fico muito feliz por ter conseguido levantar com o braço direito. Mas não está mostrando aqui.

Mas usando o braço esquerdo foi também possível levantar.

Por isso estou feliz, pois foi a primeira tentativa utilizando braço esquerdo num estúdio. Estou muito grato.

 

Foi a primeira tentativa na TV?

 

Primeira vez na TV.

 

Mas para você, levantamento de peso é importante, mas não o levantamento como um fim em si. O seu objetivo não é atingir recordes mundiais, e etc, certo?

 

Não, longe disso. Somente estou tentando aumentar minha capacidade exterior e interior.

Estou competindo contra mim mesmo.

Eu nunca compito contra outros.

Se eu tenho boas qualidades, tento aumentá-las.

Se tenho qualidades ruins, tento diminui-las.

Quando se está na vida-desejos, você tenta diminuí-la. E quando está na vida-aspiração, de oração, você tenta aumentá-la.

Nós temos qualidades tanto boas como ruins.

Tentamos aumentar nossas qualidades boas disciplinando nossa vida e diminuir nossas qualidades ruins também ao disciplinar nossa vida.

Portanto, disciplina é de suprema importância.

 

Esse é realmente seu objetivo. Afinal, você não quer ser um profissional em levantamento de peso.

 

Longe disso. Somente estou tentando ser um bom cidadão no mundo.

Estou tentando ser um bom instrumento do meu Senhor Supremo.

 

Faz sentido, mas é um pouco estranho em qualquer circunstância alguém começar a levantar peso com 54 anos.

Várias pessoas nessa idade estariam sonhando com a aposentadoria, descansar na praia…

Você é mais ativo do que jovens de 20 ou 30 anos.

 

Nossa vida de oração nos ensina que todos somos crianças, crianças de Deus.

Portanto se você pensar e sentir que é uma criança Divina, não existirá tal barreira de idade.

Posso ter 56 anos, mas não me sinto como tal.

Existe algumas pessoas na casa dos 20 que se sentem como octagerianos, que não podem se mover.

Um estado da mente.

A mente que faz você se sentir fraco, inútil, e a mesma mente pode lhe dizer:

“Não, você é forte e pode fazer e completar várias coisas.”

 

Isso é tão verdadeiro.

E como se fosse uma forma intensa de pensar positivamente.

E isso é especialmente verídico para as pessoas que estão assistindo ao programa agora.

Tendemos a ser terrivelmente negativos.

Podemos facilmente nos preocupar, desesperar e deprimir.

Dizemos a alguém:

“O que está te incomodando? Saia desse estado.”

“Não posso. Não consigo. Estou deprimido e não consigo sair disso.”

Acho que é normal termos esses sentimentos, mas também acho que deveríamos reconhecer, como você disse, não conseguimos nos livrar de um estado de depressão em momentos desesperadores.

 

Acho que a mídia de massa não ajuda, colocando tanta ênfase na chamada juventude.

Quando alguém se torna um pouco mais velho dizem: “Não posso, estou muito velho para isso.”

É um modo muito ruim de pensar.

 

Ela também enfatiza o lado negativo. Digamos, já que nos aproximamos do inverno, ela diz que, quando nos resfriarmos, podemos tomar tal remédio.

 

Já estão nos colocando na situação de estarmos resfriados. Felizmente você não fica resfriado ou gripado?

 

Felizmente não.

Por quê?

Como já disse: a vida de disciplina sempre nos ajuda, nos protege.

Se você vive num mundo de disciplina por anos e anos, você pode lutar contra o frio, calor e sofrimento por causa de sua força interior.

Quando a força interior vem à tona, podemos facilmente aceitar os desafios.

 

Eu sei que é parte do seu corpo físico, quando você levanta pesos, mas algo deve ocorrer dentro da sua mente nesse momento.

O que está acontecendo por dentro quando você realiza esse ato físico?

Enxergamos o resultado físico, mas o que está acontecendo dentro de você, mentalmente?

 

Mentalmente eu não permito que qualquer pensamento entre na minha mente.

Eu mantenho minha mente absolutamente calma, quieta e tranquila.

Nenhum pensamento pode entrar na minha mente enquanto estou realizando o levantamento.

Se for um pensamento bom, eu posso ser levado por ele, e, se for um pensamento ruim, ela irá baixar a minha consciência e me enfraquecer.

Não é o momento de me ficar pensando em bons ou maus pensamentos.

Somente o meu objetivo deve existir.

Como um buscador, eu tento alcançar meus objetivos.

Portanto, entre a minha meta e o meu esforço, não deve haver nada, ninguém.

Estou aqui, e meu objetivo ali.

Então, se tenho que escalar o Himalaia, agora eu estou no pé da montanha, mas, se quero escalar, não deve haver nada para interferir.

Eu não irei permitir que alguma coisa interfira.

Como viajante, somente quero escalar a montanha.

 

Eu não consigo entender como consegue treinar por 3 horas, fazendo tudo o que você faz…

 

Quando eu deixo de fazer, digamos, apenas dois exercícios, me sinto mentalmente fraco.

Se não fizer todos os exercícios da minha agenda, me sinto mentalmente incomodado.

E se não faço por dois ou três dias, me sinto miserável.

 

Entendo, mas…

 

Mas estou fazendo demais.

 

Bem, eu diria que sim, você exagera, mas o simples fato de você conseguir fazer tudo isso faz com que o meu ponto de referência desapareça completamente.

 

Novamente, se eu não fizer, mentalmente me enfraqueço e não consigo mais fazer. De certo modo você está certo. Quando estou de férias, férias de Natal, e se eu não conseguir todos os equipamentos, tem muitas coisas que não conseguirei realizar.

Então na volta, não sofrerei porque conseguirei levantar os pesos pesados.

A questão está na prática regular.

Quando estou aqui em Nova Iorque se eu não praticar regularmente, se eu não fizer todos os exercícios, sentirei triste no dia seguinte.

Tristeza não é o ponto importante.

Mentalmente eu sentirei uma espécie de barreira mental e terei que começar tudo de novo.

 

Na minha vida de competidor, ao passo que se tinha alguém nesse mundo com o mesmo peso que eu, mas que conseguiu levantar mais do que eu, o sentimento que tinha era que havia uma meta para ser alcançada então.

 

 

No meu caso dependo 100% da Graça das alturas, portanto separo pelo menos dois minutos ou mais antes de cada novo levantamento para orar, meditar e concentrar.

E quando me sinto internamente energizado, eu tento o levantamento. Não antes.

E eu não dou ouvidos à bem estabelecida teoria que existe [sobre limites de peso]. Eu faço assim que [sentir a energia interna]

 

Muitas e muitas coisas eu fiz com a minha mente física. Sou daqueles que…

Concordo com você, completamente quando estou usando minha mente, completamente.

Mas quando deixo de lado a minha mente, quando vou além da mente, essas barreiras não existem.

A mente sente que deve ir de um ponto ao outro.

Mas por que ir de ponto em ponto se existe algo chamado Graça?

Por que não ir do primeiro ao décimo?

Felizmente fui bem sucedido, indo de 77kg para 90kg. De 70kg para 77kg e para 90kg. Nos 113kg, levantei uns três centímetros só. Mas levou um mês ou algo assim. Fiquei desapontado. Mas eu consigo levantar 113kg.

Se eu tentar levantar 113kg eu consigo, mas eu não passei pelos pesos intermediários de 100 e 105kg. Eu fiz aquilo que era a minha capacidade. Depois dos 90kg fui para 113kg. Quase consegui, não completamente.